Links de Acesso

Estados Unidos assinalaram décimo aniversário do 11 de Setembro


Estados Unidos assinalaram décimo aniversário do 11 de Setembro

Estados Unidos assinalaram décimo aniversário do 11 de Setembro

O presidente Barack Obama e George W Bush estiveram, em Nova Iorque, no memorial construído no local do World Trade Center

Os Estados Unidos assinalaram com cerimónias solenes o Decimo aniversário dos ataques terroristas de 11 de Setembro que matou cerca de três mil pessoas e lançou o país numa década de guerra.

Cerimónias decorreram nos locais dos ataques de há uma década atrás – em Nova Iorque, no Pentágono nos arredores da cidade de Washington, e em Shanksville, na Pennsylvania.

Em Nova Iorque, um minuto de silencio assinalou o momento em que o primeiro ataque de avião precisamente às oito e quarenta e seis da manha, e voltou a fazer-se silencio às nove e três minutos, em observância de quando o segundo aparelho atingiu a Torre Sul.

No Pentágono, um minuto de silêncio foi observado às nove e trinta e sete, para evocar as 184 vítimas do ataque do voo 77, contra o edifício do Departamento da Defesa.

O presidente Barack Obama e o seu antecessor George W Bush estiveram, em Nova Iorque, no memorial construído no local World Trade Center.

Após o primeiro minuto de silêncio, o presidente Obama leu uma passagem da Bíblia que fala de Deus como refugio e vigor.

O antigo presidente Bush por seu lado, leu após o segundo momento de silêncio, uma carta do então presidente Abraham Lincoln a uma mãe que tinha perdido os seus cinco filhos na Guerra Civil americana.

Ao redor do mundo foi evocado o décimo aniversário dos ataques de 11 de Setembro nos Estados Unidos que custaram a vida a mais de três mil pessoas apenas num dia.

Dirigentes mundiais e simples cidadãos recordaram os terríveis ataques que mataram cidadãos de cerce de 90 países após os ataques com aviões comerciais contra as torres gémeas do World Trade Center, em Nova Iorque, o Pentágono, e num campo no estado da Pennsylvania.

Na Itália, o Papa Bento Dezasseis rezou pelas vítimas dos ataques, e as famílias, tendo feito apelo para todas as pessoas rejeitem a violência como forma de resolver as suas diferenças.

Na Nova Zelândia, os elementos da equipa americana de rugby participaram numa cerimonia de evocação dos ataques.

XS
SM
MD
LG