Links de Acesso

São Tomé: Pinto da Costa quer diálogo sobre forças armadas

  • Óscar Medeiros

São Tomé: Pinto da Costa quer diálogo sobre forças armadas

São Tomé: Pinto da Costa quer diálogo sobre forças armadas

Novo presidente são-tomense discursava no aniversário da criação das forças armadas nacionais.

Em São Tomé e Principe, o novo presidente pronunciou hoje o seu primeiro discurso oficial aproveitando as cerimónias do trigésimo quinto aniversário da criação das forças armadas.

Na ocasião, Manuel Pinto da Costa, pediu um maior diálogo entre todas as instituições nacionais.

O homem que já tinha exercido as funções de chefe de estado durante 15 anos em regime ditatorial regressou ao quartel das forças armadas no dia da comemoração do 35º aniversário da institucionalização das forças armadas são-tomenses.

Como comandante supremo, Pinto da Costa apelou à reposição de valores cívicos nas fileiras do exército São-Tomense.

Perante os novos desafios internacionais e geoestratégicos, Manuel Pinto da Costa considera também urgente a modernização das forças armadas e dos meios ao seu dispor.

Durante o seu discurso alusivo ao dia das forças armadas, o recém-empossado presidente da república propôs aos outros órgão de soberania um debate urgente sobre o papel e o futuro das forças armadas de São Tomé e Príncipe.

XS
SM
MD
LG