Links de Acesso

Huíla vai registar mais eleitores

  • Teodoro Albano

Huíla vai registar mais eleitores

Huíla vai registar mais eleitores

Huilá tem quase um milhão de eleitores e é apenas superada em termos de eleitores por Luanda

A província da Huíla tida a como a segunda maior praça eleitoral angolana depois de Luanda prevê registar 16 mil novos eleitores até 16 de Dezembro do corrente ano.

Os números foram divulgados pelo director da comissão executiva e dos registos da Huíla, António Venâncio, que disse que até aqui apenas os municípios da Matala, Quipungo, Chibia, Cacula, Humpata e Lubango dispõe de brigadas de registos a funcionar.

Contudo as previsões apontam para que até finais do mês em curso as 14 circunscrições da província da Huíla tenham entidades registadoras, segundo fez saber António Venâncio.

“ Nós fizemos uma formação de novos brigadistas que decorreu no mês de Julhos e estes brigadistas estão todos colocados nos respectivos municípios de sua proveniência, aguardam apenas que nós coloquemos lá os equipamentos e começarem a trabalhar, não temos problemas de recursos humano," disse.


" Poderemos é ter problemas logísticos que são próprios quando se movimenta um trabalho como este, quando se movimenta gente como esta envolve muita logística,” acrescentou.

Salvaguardado está o acesso às zonas mais afastadas as quais é complicado alcançar por via terrestre sobretudo com o aproximar das chuvas. Para situações do género ao ministério da administração do território foi solicitado apoio aéreo tão logo se justifique.

António Venâncio tem o levantamento das zonas tidas como de difícil acesso.

“ Esta questão está acautelada mas também devo dizer que a província da Huíla é que menos localidades tem para uso de helicóptero," disse Venâncio.

"Estou a falar apenas aqui do município de Quilengues as duas comunas Imbulo e Dindi estou a falar do município de Kuvango que é a zona do Galangue estou a falar no município da Jamba que é a área de Xamutete e estou a falar dos Gambos que é a área da Tunda dos Gambos e também no município da Matala estou a falar de Mulondo,” acrescentou.

A fase de actualização em curso iniciada a 29 de Junho passado compreende o registo pela primeira vez dos cidadãos com capacidade eleitoral activa bem como a escolha do local de voto para aqueles que já se tenham registado em ocasiões anteriores.

Fruto do cadastro efectuado para as eleições de 2008 a província da Huíla conta com 885 mil eleitores, números que a torna numa das maiores praças eleitorais de Angola.

XS
SM
MD
LG