Links de Acesso

Cabo Verde: campanha para as presidenciais na recta final


Cabo Verde: campanha para as presidenciais na recta final

Cabo Verde: campanha para as presidenciais na recta final

A campanha eleitoral para a segunda volta das eleições presidenciais marcadas para 21 do corrente, já está na fase decrescente, faltando três dias para os dois concorrentes, Jorge Carlos Fonseca, apoiado pelo MPD e Manuel Inocêncio Sousa, suportado pelo PAICV, convencerem os eleitores sobretudo os indecisos.

A campanha eleitoral para a segunda volta das eleições presidenciais

marcadas para 21 do corrente, já está na fase decrescente, faltando 3

dias para os dois concorrentes Jorge Carlos Fonseca apoiado pelo MPD e

Manuel Inocêncio Sousa suportado pelo PAICV, convencerem os eleitores

sobretudo os indecisos.

Neste particular de indecisos, os candidatos têm insistido na

necessidade de todos os inscritos nos cadernos eleitorais irem votar

no próximo Domingo, dia 21, para se evitar a taxa elevada de

abstenção, que de resto, dominou a primeira volta das eleições

presidenciais.

Tanto Manuel Inocêncio como Jorge Carlos Fonseca para além do apelo

aos eleitores que se abstiveram no passado dia 7 para irem votar,

estão a piscar olho aos cidadãos que votaram nos dois candidatados que

não passaram a segunda volta, com maior incidência para o campo de

Aristides Lima que conseguiu a terceira posição, com perto de quarenta

mil votos no primeiro turno do escrutínio presidencial.

O candidato Jorge Carlos Fonseca nas deslocações que está a realizar

pelos diferentes pontos do país, tem afirmado que ele é o único

candidato preparado para exercer uma magistratura de influência para

salvaguardar os interesses do povo. Promete estreita colaboração com o

Governo, mas afirma que não será a extensão do executivo na

presidência da república.

Já o candidato Manuel Inocêncio nos contactos com o eleitorado vai

passando a mensagem da necessidade do país ter estabilidade

institucional, mormente nos dias que correm, quando o mundo está a

atravessar uma grande crise económica. Nessa linha, Manuel Inocêncio

diz que o presidente da república deve estar em estreita sintonia com

o governo, com o objectivo de ajudar o executivo a encontrar as

melhores vias e mecanismos para a condução do país e consequentemente,

resolver as necessidades dos cidadãos.

No quadro da campanha eleitoral, está agendado para amanha o tão

esperado debate a dois - Jorge Carlos Fonseca e Manuel Inocêncio - que

será transmitido em simultâneo pela Rádio e Televisão publicas e

também na RPD África.

A segunda volta das presidenciais estão marcadas para o próximo

Domingo, 21, onde os cidadãos cabo-verdianos residentes no país e nas

comunidades emigradas irão votar para escolher o sucessor de Pedro

Pires, que termina o segundo e ultimo mandato por imperativo

constitucional.

.

XS
SM
MD
LG