Links de Acesso

"Tudo bem dentro da Unita", diz Camalata Numa


A ponderar. Secretário geral da UNITA Abilio Kamalata Numa

A ponderar. Secretário geral da UNITA Abilio Kamalata Numa

Dissidentes são "grupo de Luanda sem expressão"

O secretário-geral da Unita, Abílio Camalata Numa negou em Malanje, que o seu partido esteja dividido por uma crise interna.

Numa acusou os orgãos de comunicação social de criarem uma realidade diferente daquele que se vive na UNITA.

“A comunicação social fez sair cá para fora a ideia de que a Unita está numa situação de crise mas não há crise nenhuma," disse.

O secretário-geral da UNITA disse ainda que "em Angola quando nos avizinhamo as eleições há sempre fenómenos que surgem, como esse fenómeno de rendição das pessoas, o fenómeno de infiltração dos partidos, porque isso se tornou em negócio".

Recentemente várias figuras da UNITA insurigram-se publicamente contra a presidencia de Isaías Samkuva devido ao facto do seumandato ter terminado e não haver programado um congresso.

Numa descreveu os dissidentes como "um grupo de pessoas em Luanda sem expressão e ficou por aí”.

Em Malanje, onde permaneceu durante 24 horas em visita de trabalho Numa reuniu-se separadamente com os membros do executivo provincial e quadros, transmitindo as deliberações do recente encontro da comissão permanente que avaliou a situação interna do partido, a preparação da próxima reunião do órgão e do congresso previsto para este ano.

Numa abordou também as eleições previstas para 2012.

Ouça a reportagem carregando na barra zul no topo

XS
SM
MD
LG