Links de Acesso

Cabo Verde: presidenciais decidem-se na segunda volta


Jorge Carlos Fonseca, vencedor da primeira volta

Jorge Carlos Fonseca, vencedor da primeira volta

Jorge Carlos Fonseca apoiado pelo MPD e Manuel Inocêncio Sousa que concorreu com o apoio do PAICV, são os dois candidatos que vão disputar a segunda volta das eleições presidenciais cabo-verdianas agendadas para o dia 21 do corrente.

Jorge Carlos Fonseca apoiado pelo MPD e Manuel Inocêncio Sousa que concorreu com o apoio do PAICV, são os dois candidatos que vão disputar a segunda volta das eleições presidenciais cabo-verdianas agendadas para o dia 21 do corrente.

O jurisconsulto Jorge Carlos Fonseca foi o vencedor da primeira volta das eleições presidenciais realizadas este Domingo, dia 7. De acordo com os dados provisórios, Fonseca conseguiu 51.723 votos equivalente 37.7%, enquanto o segundo posicionado Manuel Inocêncio tem 45.952 votos cerca de 33.3%.

O candidato Aristides Lima que também é da família – PAICV- mas que concorreu como independente, alcançou a terceira posição com 35.616 votos equivalentes a 25.8%. O ultimo posicionado Joaquim Monteiro soma 2.848 votos cera de 2.1 %.

Jorge Carlos Fonseca que venceu a primeira volta visivelmente satisfeito, disse à imprensa que o resultado que obteve traduz que valeu a pena fazer uma campanha baseada na apresentação de ideias.

Sem tempo para descansar o candidato diz que já está em campanha, por isso num piscar de olho aos dois candidatos que ficaram pelo caminho, Fonseca deixou palavras de felicitação pelos resultados que alcançaram:

Do outro lado, Manuel Inocêncio que se posicionou no segundo lugar, considerou que os resultados são positivos, tendo em conta o ponto de partida nesta corrida eleitoral. O candidato apoiado pelo PAICV disse que conseguiu trilhar caminhos para chegar a segunda volta das eleições presidenciais.

Agora Inocêncio Sousa mostra-se aberto para o diálogo com todos, sobretudo com Lima, que é também da família PAICV e que terminou no terceiro lugar nas eleições de ontem:

Sem dar sentido de voto para a segunda volta, Aristides Lima reconheceu os resultados eleitorais, tendo exortado os seus apoiantes a seguirem no caminho de livre escolha e liberdade de pensamento, visando fortalecer a democracia cabo-verdiana.

Hoje o primeiro-ministro e presidente do PAICV, José Maria Neves, que ao longo da campanha teceu críticas contundentes contra dirigentes que apoiaram Lima, já veio pedir a união da família partidária, para juntos apoiarem Manuel Inocêncio Sousa na segunda volta das presidenciais.

Sobre isso Felisberto Vieira que foi o rosto mais visível dos dirigentes do PAICV que estiveram ao lado de Aristides Lima, já disse que qualquer sinal de contacto e aproximação deve partir do líder do partido da independência.

A sociedade aguarda então para ver como se vai processar essa aproximação entre os irmãos desavindos, depois de toda roupa suja lavada na praça pública.

XS
SM
MD
LG