Links de Acesso

Síria prepara massacre em Aleppo

  • Scott Stearns

Os Estados Unidos continuam a prestar apoio não letal

Massacre em Aleppo

Os Estados Unidos alertaram para o facto das forças governamentais sírias parecerem estar a preparar-se para massacrarem civis na cidade de Aleppo.

Activistas da oposição síria esperam que o governo inicie, dentro em breve, uma grande ofensiva contra as áreas controladas pelos rebeldes naquela cidade.

A porta-voz do departamento de Estado Victoria Nuland, indicou que a administração Obama está muito preocupada com a utilização de tanques e caças aéreos contra a densamente habitada cidade localizada nas proximidades da fronteira contra a Turquia.

“Antevemos com preocupação a ocorrência de um massacre em Aleppo, já que parece ser isso o que o governo está a preparar”.

Activistas da oposição citam fontes próximas das forças de segurança sírias como tendo indicado que o governo está a enviar tropas para os arredores do sul da cidade, onde já se registaram ataques de helicóptero e de tanques contra os rebeldes.

Nuland sublinhou que milhares de pessoas estão a fugir da capital comercial em antecipação do assalto.

“Trata-se de mais uma tentativa desesperada de um regime que tenta manter o controlo, e estamos muito preocupados do sejam capazes de fazer em Aleppo”.

Inquirida sobre o que a comunidade internacional poderá fazer para acabar com a violência, Nuland voltou a responsabilizar a Rússia e a China por vetarem a actuação das Nações Unidas contra o presidente Sírio Bashar al-Assad.

Os Estados Unidos continuam a prestar apoio não letal, pois e segundo Nuland a administração Obama acredita que armar os opositores do presidente Assad apenas conduziria a um aumento da violência.

No momento em que mais de uma centena de países do grupo denominado de “Amigos do Povo Sírio” tentam fazer avançar no sentido da transição política, Nuland referiu que o Irão adopta uma posição muito grave ao continuar a fornecer armamento a Damasco.

XS
SM
MD
LG