Links de Acesso

Moçambique: Bill Clinton promete mais apoio na luta contra o SIDA

  • William Mapote

Aquela doença afecta cerca de 13% dos 22 milhões de moçambicanos.

Clinton apoia luta contra o SIDA

O antigo presidente americano, Bill Clinton, prometeu em Maputo mais apoios para combater o SIDA em Moçambique.

Aquela doença afecta cerca de 13% dos 22 milhões de moçambicanos.

Falando em Maputo, onde efectuou uma visita aos projectos financiados pela sua fundação, Clinton não anunciou o valor do apoio a ser canalizado ao país, contudo, garantiu que vai contribuir para travar a transmissão vertical do vírus causador do SIDA de mãe para filho, que constitui uma das prioridades nacionais.

Moçambique está a beneficiar do apoio da Fundação Clinton desde 2004 que já desembolsou cerca de 180 milhões de dólares para acções de tratamento e prevenção da chamada “doença do século”, contribuindo para que o número de pessoas recebendo tratamento aumentasse cerca de 100 vezes desde 2005.

Na altura, o número de pessoas recebendo tratamento era de pouco mais de três mil, tendo aumentado para os actuais 350 mil, facto que contou com grande contribuição da Fundação Clinton.

O ministro da Saúde Alexandre Manguele enalteceu publicamente o papel da Fundação Clinton para a introdução do tratamento anti-retroviral no país.

Durante a sua estadia em Moçambique Bill Clinton encontrou-se igualmente com o primeiro-ministro, Aires Ali, tendo assinado um memorando de entendimento para mais apoios ao país.

XS
SM
MD
LG