Links de Acesso

Guiné-Bissau: Sociedade civil apela à moderação dos partidos


Bissau

Bissau

Partidos da oposição manifestam-se Quinta-feira no meio de crescente tensão.

O Movimento Nacional da Sociedade Civil da Guiné Bissau apelou aos partidos políticos para exercerem ponderação e evitarem a destabilização do país.

O apelo surge numa altura em que o cenário poltico estó ao rubro.

Quinta-feira realiza-se uma projectada manifestação da oposição, enquanto se registam, ao que a Voz de América apurou, muitas movimentações com objectivo de persuadir os partidos políticos da oposição a não enveredar pela marcha de rua.

O PAIGC, o partido no poder, demonstrou ontem a sua capacidade de mobilização ao levar para a sua sede nacional um número elevado dos seus militantes que debaixo da chuva foram responder ao apelo dos dirigentes do partido para demonstrarem o seu poder

Carlos Gomes Júnior, Presidente do PAIGC, considerou de ma fé a acusação em como seria ele o responsável pelos assassinatos de Hélder Proença e Baciro Dabo, em 2009.

Gomes Júnior, perante uma multidão expressiva dos militantes do seu partido afirmou que, daquilo que se houve dos líderes da oposição, se pode depreender o sentimento de ódio contra a sua pessoa.

A manifestação de amanha da oposição conta já com treze formações politicas.

A oposição exige, entre outros, o esclarecimento do caso 4 e 5 de Junho de 2009 e a demissão do Primeiro-ministro, Carlos Gomes Júnior.

Entretanto, numa reacção de preocupação a projectada manifestação, o Movimento Nacional da Sociedade Civil emitiu um comunicado no qual apela uma maior contenção dos partidos políticos e da sociedade em geral, com vista a evitar derrapagens que possam minar os esforços de estabilização do país.

O movimento pede que sejam tomaas medidas para fgarantir que a marcha decorra sem quaisquer incidentes.

XS
SM
MD
LG