Links de Acesso

UNITA ameaça impugnar eleições


Isaías Samakuva

Isaías Samakuva

A UNITA ameaça impugnar, junto do Tribunal Constitucional, a contratação da empresa espanhola, INDRA, para produzir os boletins de voto, bem como todos os actos praticados pela Comissão Nacional Eleitoral, que na óptica deste partido, não fazem parte das atribuições legais como órgão reitor das eleições em Angola.

UNITA ameaça impugnar eleições

A UNITA ameaça impugnar, junto do Tribunal Constitucional, a contratação da empresa espanhola, INDRA, para produzir os boletins de voto, bem como todos os actos praticados pela Comissão Nacional Eleitoral, que na óptica deste partido, não fazem parte das atribuições legais como órgão reitor das eleições em Angola.

A intenção foi manifestada, em conferência de imprensa pelo seu presidente, Isaías Samakuva.

A pouco mais de 50 dias das eleições gerais em Angola, o líder da UNITA, fala de imparcialidade da Comissão Nacional Eleitoral (CNNE) acusando este órgão de estar deliberadamente a permitir vícios que põem em perigo o processo eleitoral angolano, designadamente, a aprovação do regulamento sobre o voto antecipado e a votação no exterior do país.

Samakuva diz que o seu partido não vai permitir uma nova fraude eleitoral e exigiu que, antes das eleições de 31 de Agosto, sejam publicados os cadernos eleitorais e apresentados os resultados e o relatório sobre a auditoria ao ficheiro Central do Registo Eleitoral (FICRE).

As declarações de Isaías Samakuva foram proferidas na sequência da reunião de cúpula do seu partido que esta quarta-feira aprovou o Manifesto Eleitoral e o Programa de Governo da UNITA a ser apresentado durante a campanha eleitoral.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG