Links de Acesso

Moçambique: Nova lei cambial causa confusão

  • Simião Pongoane

Moçambique: Nova lei cambial causa confusão

Moçambique: Nova lei cambial causa confusão

Contas em divisas podem ser mantidas mas transacções limitadas a 5.000 dólares

Entrou hoje em vigor em Moçambique uma nova lei cambial que o governo diz ter como objectivo liberalizar a balança de transacções e pela qual as casas de câmbio passam formalmente a transaccionar apenas para singulares.

As medidas agora em curso visam em parte tentar controlar a “lavagem” de fundos e exportação ilegal de moeda externa fortalecendo assim a balnça comercial.

Mas a nova lei provocou protestos das Casas de Câmbio que dizem que vão falir e provocou também confusão no que diz respeito aos pormenores da movimentação de contas em moeda estrangeira.
O Banco de Moçambique diz que vai abrir uma “linha verde” de telefone para prestar esclarecimento ao público.

O sector privado representando pela CTA – Confederação das Associações Económicas de Moçambique manifestou-se na generalidade satisfeito com a lei.
Um porta-voz acusou “alguns bancos” de fomentarem boatos e desinformação.

Há algumas semanas atrás com efeito correu o boato de que as contas em moeda estrangeira iam acabar provocando uma corrida aos bancos para retirar os fundos dessas contas.

“Isso foi totalmente desnecessário. Não temos uma economia da idade da pedra,” disse o porta-voz Luís Magaço.

O nosso correspondente no Maputo Simião Pongoane disse que o publico pode continuar a movimentar as suas contas em divisas até 5.000 dóalres americanos. Quantias acima precisam de autorização do banco central.

Ouça a reportagem do Simião POngoana carregando na barra azul no topo.


XS
SM
MD
LG