Links de Acesso

Moçambique: Horticultores apelam ao proteccionismo do mercado

  • William Mapote

Feira de produtos hortículas de Maputo

Feira de produtos hortículas de Maputo

Enchente nos mercados dos produtos hortículas sul-africanos é o motivo do alerta lançado ao governo

Horticultores moçambicanos exigem medidas proteccionistas

Os produtores de tomate e outras hortícolas no distrito do Chókwe, o chamado celeiro nacional destes produtos estão em pé de guerra com as autoridades nacionais, devido ao que chamam de falta de protecção dos seus investimentos e esforços produtivos.

Em causa está o que chamam de concorrência desleal feita pela produção sul-africana, que entra facilmente no país e é vendida a preços mais baixos que o produto nacional.

Segundo os produtores os seus esforços estão a ruir e correm o risco de faléncia, uma vez que boa parte da sua produção está a deteriorar nas machambas, por falta de mercado.

A entrada de produtos sul-africanos está ao abrigo do protocolo de comércio livre, rubricado por alguns países da Comunidade de Países da África Austral, SADC e muitas das vezes é a solução para a fraca produção nacional.

Os produtores defendem que o governo deve adoptar medidas para proteger o produtor nacional, abrindo portas da produção sul-africana, apenas em meses de crise.

XS
SM
MD
LG