Links de Acesso

Prevencão e Tratamento da Diabetes

  • Renato Bittencourt

Prevencão e Tratamento da Diabetes

Prevencão e Tratamento da Diabetes

para chegar a 24 milhões

A menos que haja um grande passo avante na prevencão e tratamento da diabetes, o numero de casos dessa doença na Africa sub-saariana poderá dobrar até 2030, para chegar a 24 milhões.

ANA - Foi o que informou a Federação Internacional da Diabetes, com sede em Bruxelas, na Bélgica.

RENATO - A diabetes é uma doença metabólica caracterizada por um aumento anormal da glicose ou açúcar no sangue.

ANA - O aumento é causado pela insuficiente produção da hormona insulina pelo organismo.

RENATO - A glicose é a principal fonte de energia do organismo, mas quando em excesso, pode trazer várias complicações para a saúde.

ANA-... como, por exemplo, enfarte do coração, derrame cerebral, insuficiência renal, problemas visuais e lesões de difícil cicatrização.

RENATO- Estima-se que cerca de 240 milhões de pessoas no mundo sejam diabéticas.

ANA - Embora ainda não haja uma cura definitiva para a diabetes, há vários tratamentos disponíveis que, quando seguidos de forma regular, proporcionam saúde e qualidade de vida para o paciente portador.

RENATO - Existe a noção errada de que a diabetes é doença de pais rico.

ANA - No entanto, os dados mostram que 70 por cento dos casos ocorrem em paises de renda baixa ou média.

RENATO - Especialistas dizem que além de maior acesso aos medicamentos, o tratamento e a prevenção da diabetes requerem uma mudanca de ordem cultural.

ANA - Por exemplo, é preciso acabar com a crença, que prevalece sobretudo nas regiões rurais em Africa, de que a obesidade é sinal de boa qualidade de vida.

RENATO - Também é preciso controlar a tendência ao consumo de alimentos ricos em gordura saturada.

ANA - Outro assunto, Renato: O chocolate amargo anda bem cotado entre os cientistas.

RENATO - Pesquisas realizadas nos últimos anos já haviam mostrado que ele ajuda a combater o estresse e a depressão, além de fazer bem a pacientes com doenças do fígado.

ANA - Agora, um estudo da Universidade Johns Hopkins, aqui nos Estados Unidos , indica que ele pode proteger também o cérebro contra lesões causadas por derrame.

RENATO -A proteção se deve a uma substância presente apenas no chocolate amargo (não na versão tradicional ou branca) .

ANA - A substância , conhecida como epicatequina, estimula um tipo de sinalização celular que preserva os neurônios dos danos causados por um acidente vascular cerebral (AVC).

RENATO- - A publicidade apresentada na televisão americana em torno das questões de nutrição acarreta riscos para a saúde.

ANA - É o que indica um estudo publicado no Journal of American Dietetic Association.

RENATO - Um regime alimentar composto somente de alimentos "vistos na TV" forneceria diariamente 25 vezes mais açúcar e 20 vezes mais gordura do que a quantidade recomendada pelos nutricionistas.

ANA - Alexandra Evans, da Universidade de Austin, uma das autoras do estudo, disse que a culpa disso cabe à falta de regulamentação nos Estados Unidos para os comerciais de comida.

RENATO - O governo de Washington já tentou mais de uma vez regulamentar a questao, mas acabou por desistir diante da pressão da indústria de alimentos.

ANA - E para mudar de assunto, Renato: o Embaixador dos Estados Unidos em Angola, Dan Mozena, reconheceu, em Luanda, o esforço do governo angolano no combate e erradicação da malária em várias zonas do país.

RENATO - Com efeito, ao discursar na 1ª Conferência Nacional sobre a Malária, organizada pela Rede Nacional de Jornalistas na Luta contra a Malária, o Embaixador afirmou que numa das suas visitas pelas províncias de Angola viu o grande progresso que o país fez na redução da morte de crianças por malária.

ANA - O representante diplomático americano disse: “Até ao final do ano, Angola terá reduzido para metade o número de crianças que morrem por malária. Isto é um feito espectacular e o governo e o povo de Angola estão justamente orgulhosos desta grande vitória na batalha contra a malária”.

RENATO - O embaixador Mozena disse ainda sentir-se satisfeito pelo facto do seu governo continuar a ter um papel importante e crescente em ajudar Angola a vencer a malária.

ANA - E acrescentou: “ A iniciativa do Presidente dos Estados Unidos contra a malária, liderada pela Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID) e pelo Centro dos Estados Unidos para o Controlo e Prevenção de Doenças (CDC), trabalha de mãos dada com o governo angolano para acabar com esta doença prevenível e curável”.

XS
SM
MD
LG