Links de Acesso

São Tomé a caminho da instabilidade, diz oposição


São Tomé: A calma antes da tempestade?

São Tomé: A calma antes da tempestade?

Partido no poder apela à cooperação e acusa oposição de querer criar problemas entre primeiro-ministro e presidente

São Tomé a caminho da instabilidade

Os principais partidos da oposição de São Tomé e Príncipe afirmaram que o país está a entrar numa fase de instabilidade política devido às acções do governo de Patrice Trovoada.

Os partidos respondiam à entrevista de Trovoada á televisão e rádio locais em que fez a avaliação dos seus primeiros dois anos de contestação.

O Movimento de Libertação de São Tomé e Príncipe – Partido Social-Democrata (MLSTP-PSD, oposição) considerou que "o país está a caminhar para uma instabilidade política”, que atribui ao “mal-estar” nas relações entre o Presidente e o primeiro-ministro.

O Movimento Democrático Força da Mudança - Partido Liberal (MDFM-PL) acusou, por seu lado, Patrice Trovoada de "falta de seriedade".

Por seu lado, o Partido da Convergência Democrática (PCD) considerou, em comunicado, que Patrice Trovoada é "uma personalidade claramente desesperada, desnorteada e frustrada por não ter conseguido demonstrar competência e capacidade necessárias a quem o povo confiou a governação do país e implementar as suas promessas eleitorais".

Todos os partidos refutaram as acusações de Patrice Trovoada de que estavam a preparar manifestações antigovernamentais.

O secretário-geral do partido no poder, Ação Democrática Independente (ADI), apelou aos partidos da oposição para "exercerem o seu direito de oposição, mas num clima de paz de estabilidade e serenidade", acrescentando que a ADI deve terminar o seu mandato.

Só então os eleitores deverão ser chamados a exercer a sua opinião sore as acções do governo, isse

Levi Nazaré disse não haver "espaço para crise" política em São Tomé e Príncipe e prometeu "tudo fazer" junto do seu partido para manter um clima de diálogo "aberto e franco" para se ultrapassarem as clivagens desencadeadas depois do balanço de dois anos de governação feito pelo primeiro-ministro, Patrice Trovoada.

O responsável partidário lamentou que alguns partidos da oposição "tentam a todo o custo e de uma forma irresponsável trazer o senhor Presidente da República ao barulho político".

Isto depois de partidos políticos na oposição terem afirmado haver desentendimentos netre o presidente e o primeiro-ministro.

Ouça a reportagem do Òscar Medeiros

XS
SM
MD
LG