Links de Acesso

Quénia: Homens armados atacam igrejas cristãs


A igreja Africa Inland após o ataque

A igreja Africa Inland após o ataque

Pelo menos 16 mortos; mais de 40 feridos

No Quénia a polícia disse que homens armados atacaram duas igrejas na cidade de Garissa matando 17 pessoas e ferindo pelo menos 40.

As autoridades dizem que em ambos os atacantes atiraram granadas e dispararam sobre os fiéis nas igrejas.

O ataque mais mortífero ocorreu na Igreja African Inland onde pelo menos 10 pessoas morreram. Entre os mortos contam-se dois agentes da polícia.

O segundo ataque foi levado a cabo contra uma igreja católica.
A polícia não identificou de imediato os responsáveis pela violência mas no passado acusaram simpatizantes do grupo somali al shabab de responsabilidade por ataques semelhantes.
Garissa está localizada a cerca de 140 quilómetros da fronteira somáli.

Esta também localizada a cerca de 80 quilómetros a sudoeste do campo de refugiados de Dadaab onde vivem cerca de 500 mil refugiados somalis.

Na Sexta-feira vários homens armados nesse campo mataram um queniano e raptaram quatro trabalhadores estrangeiros de organizações humanitárias.

Recorde-se que o Quénia enviou tropas para a Somália para combaterem a al shabbab e desde então as autoridades quenianas acusaram a organização de ser responsável por diversos ataques e raptos em solo queniano

XS
SM
MD
LG