Links de Acesso

Angola: Tribunal Constitucional rejeita assinaturas de Partido Popular

  • Venâncio Rodrigues

Advogado David Mendes, líder do Partido Popular

Advogado David Mendes, líder do Partido Popular

David Mendes acusa as autoridades de quererem impedir o seu partido de participar nas eleições

Partido Popular

O Tribunal Constitucional angolano rejeitou centenas de assinaturas apresentadas pelo Partido Popular liderado pelo conhecido ativistas dos direitos humanos David mendes.

Contudo grande numero dessas assinaturas não constavam do processo apresentado pelo partido .

David Mendes diz suspeitar que o Tribunal Constitucional pretende anular a candidatura do partido com a introdução de elementos estranhos no processo remetido junto desta instância judicial.

Em declarações a Voz da América David Mendes afirmou ter detectado que o Tribunal Constitucional aumentou o número de apoiantes da candidatura do partido em Luanda e considera tratar-se de uma atitude premeditada visando impedir de participar nas eleições gerais marcadas para 31 de Agosto.

Conhecido pela forma frontal como tem denunciado os atos de corrupção envolvendo figuras do Governo de Angola, em particular o seu presidente, Jose Eduardo dos Santos, este político da oposição diz que a sua campanha eleitoral incomoda muitas figuras do poder angolano.

“Eles não querem que certos partidos participem porque eles sabem qual vai ser o cavalo de batalha da nossa campanha,” disse.

A 10 de Outubro do ano passado, o advogado e líder do partido Popular ( PP) apresentou queixa à Procuradoria Geral da Republica (PGR) contra o Chefe de Estado angolano a quem acusa de possuir contas bancárias, no estrangeiro, alegadamente, abertas com dinheiro proveniente de fundos públicos.

A PGR indeferiu a pretensão de David Mendes alegando não ter competência para instaurar processos crime contra o Presidente da República.


XS
SM
MD
LG