Links de Acesso

Huíla: Polícia promete neutralidade nas eleições

  • Teodoro Albano

Porta-voz diz que papel da polícia é garantir a segurança e não intrometer-se em questões eleitorais

Polícia na Huíla promete neutralidade

Na província angolana da Huíla a polícia prometeu segurança e neutralidade durante as próximas eleições

Para encarar o aspecto segurança a polícia de ordem pública na Huíla tem em marcha um amplo programa a ser executado que deverá passar inicialmente pela formação do efectivo por especialidade.

“O papel da polícia é a neutralidade no processo, a polícia é imparcial, a polícia vai desempenhar a sua actividade no quadro do asseguramento somente, cabendo outras tarefas a outros órgãos,” disse o porta-voz do comando da Huíla da polícia nacional, Paiva Tomás,

João Francisco do sindicato de professores a maior organização sindical na região, expressou a preocupação de organizações da sociedade civil afirmando ser necessária a isenção da polícia durante o processo eleitoral.

“ Antes das eleições, durante as eleições e depois delas (é necessário) que a polícia se coloque distante daquilo que são os ideias políticos porque a polícia vai criar segurança para todos os cidadãos sejam eles deste ou daquele partido o importante é que seja cidadão angolano,” disse


XS
SM
MD
LG