Links de Acesso

Egipto tem novo presidente livremente eleito

  • Eduardo Ferro

EGYPT

EGYPT

O candidato da Irmandade Muçulmana, Mohamed Morsi, foi declarado vencedor.

O candidato da Irmandade Muçulmana, Mohamed Morsi, foi declarado vencedor da segunda volta das presidenciais egípcias.

A notícia foi acolhida com entusiasmo na Praça Tahrir no Cairo onde muitos milhares dos seus apoiantes se reuniram.

A comissão eleitoral egípcia anunciou que Morsi vendeu as eleições com 52% dos votos derrotando assim o antigo primeiro-ministro da era de Mubarak, Ahmed Shafiq.

Morsi torna-se assim no primeiro presidente livremente eleito no Egipto.

A comissão eleitoral devia ter divulgado os resultados na quinta-feira mas alegou que precisava de mais tempo para investigar acusações de fraude contra os dois candidatos.

O novo presidente egípcio vê entretanto o seu cargo diminuído de poderes.

De facto, o conselho supremo das forças armadas tomou recentemente medidas para cimentar o seu poder incluindo a dissolução do Parlamento dominado pelos islamitas.

O conselho decidiu igualmente adoptar uma constituição interina dando aos generais e aos tribunais grandes poderes em matéria de política interna e externa e acerca da redacção da nova constituição do Egipto.

XS
SM
MD
LG