Links de Acesso

Angola: Almirante passa à reserva para se dedicar à política


Abel Chivukuvuku e Anatilde Campos na reunião constitutiva da Convenção Alargada para a Salvação de Angola – CASA - Luanda (Angola)

Abel Chivukuvuku e Anatilde Campos na reunião constitutiva da Convenção Alargada para a Salvação de Angola – CASA - Luanda (Angola)

O presidente de Angola, José Eduardo dos Santos, assinou a ordem de passagem à reserva do almirante André Gaspar Mendes de Carvalho (Miau) em resposta à pretensão daquele militar de se candidatar a vice-presidente da República pela coligação CASA-CE, de Abel Chivukuvuku.

Angola: Almirante passa à reserva para se dedicar à política

O presidente da República, José Eduardo dos Santos, acaba de assinar a ordem de passagem à reserva e a reforma do almirante, André Gaspar Mendes de Carvalho “Miau”, em resposta a pretensão desta patente militar de se candidatar à vice-presidente da República, pela Coligação Ampla de Salvação de Angola (CASA-CE). A revelação foi feita hoje à Voz da América pelo vice-presidente da CASA-CE, Lindo Bernardo Tito.

O também porta-voz da coligação liderada por Abel Chivukuvuku, disse que, na próxima segunda-feira, o mandatário da lista da CASA-CE vai solicitar ao Tribunal Constitucional a anexação de ordem do Presidente da República, ao processo de almirante Miau.

Filho do conhecido escritor, nacionalista e membro do MPLA, Mendes de Carvalho “Uanhenga Xitu”, o almirante Miau é um militar de carreira tendo ocupado importantes cargos na Marinha de Guerra e na diplomacia angolana, como adido militar na República do Zimbabwe. O almirante Miau foi ainda director da direcção de Relações Internacionais do Ministério da Defesa. Em meados do ano passado este oficial general solicitou ao Comandante-em-Chefe a sua reforma, para se dedicar à política, ao abrigo da Constituição da República de Angola.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG