Links de Acesso

São Tomé: Juízes requerem provas para validar candidaturas


Imagem do entardecer na marginal de São Tomé

Imagem do entardecer na marginal de São Tomé

Foram exigidos à alguns dos candidatos certificados de residência e comprovativos de renúncia de nacionalidade estrangeira

Em São Tomé os juízes do Tribunal Supremo solicitaram a alguns candidatos as eleições presidenciais, documentos adicionais para o efeito de confirmação das respectivas candidaturas.

Fonte do Tribunal Constitucional disse hoje a Voz da América que os juízes solicitaram os documentos comprovativos de residência e de renuncia de cidadania estrangeira aos candidatos como Leberato Moniz,Gilberto Gil Umbelina, Maria das Neves e Delfim Neves.

Entretanto esta tarde foi entregue na secretaria do Supremo Tribunal a candidatura de Helder Barros. Trata-se do 14º candidato na corrida presidencial. Os juizes que tinham inicialmente recusado a recepção desta candidatura descrita como surpresa por observadores políticos locais, acabaram por aceita-la depois de uma impugnação apresentada pelo candidato.

Por enquanto as atenções estão viradas sobre o trabalho dos juízes no toca a apreciação das candidaturas. Segundo fontes do Supremo Tribunal a decisão dos juízes será conhecida o mais tardar até meados da próxima semana.

A Voz da América entrevistou o jurista Adelino Izidro para esclarecer a importancia dos certificados de residencia e de renuncia de nacionalidade na lei eleitoral santomense.

Ouça o segmento sonoro abaixo.

XS
SM
MD
LG