Links de Acesso

Líderes mundiais reunidos no México na cimeira do G20

  • Greg Flakus

Chegada do presidente Barack Obama a cimeira do G20 em Los Cabos no México

Chegada do presidente Barack Obama a cimeira do G20 em Los Cabos no México

Crise da dívida na Europa está a ensombrar a agenda da reunião de dois dias em Los Cabos

G20: Líderes mundiais reúnem-se em Los Cabos

Líderes de 19 países e a União Europeia, conhecidos como o Grupo dos 20 estão reunidos na instância balnear mexicana de Los Cabos para uma cimeira hoje e amanhã.

A crise económica que paira em muitos países europeus está a dominar as preocupações e a agenda do encontro.

Músicos Maricahis foram convidados a dar boas-vindas as delegações do mundo inteiro na luxuosa instancia balnear de Los Cabos.

Apesar da maior parte dos trabalhos desta cimeira ter lugar em hotéis e salas de conferências com vistas para lindíssimas praias, os líderes presentes vão passar a maior parte do tempo a debater os problemas da dívida que enfrentam os países como a Grécia, Espanha e Itália.

O anfitrião desta cimeira do G-20, o presidente mexicano Filipe Calderon diz que os dirigentes presentes devem cumprir as suas promessas para com o Fundo Monetário Internacional de atribuir mais fundos para debelar a crise da dívida. Os países do G-20 prometeram em Abril último, conceder mais de 400 mil milhões de dólares para novos empréstimos, mas muitos deles ainda não cumpriram a promessa.

Representantes de algumas organizações não-governamentais, estão preocupados que os líderes G-20 ao darem mais atenção aos problemas países relativamente ricos na Europa, venham a contrair os seus esforços de ajuda aos países pobres e não-industrializados, onde reside o grosso da população mundial mais necessitada.

Christina Weller é analista económica da Agencia Católica para o Desenvolvimento Internacional com sede em Londres.

“As duas últimas cimeiras tinham sido dominadas pelas crises da zona Euro, pela Grécia,… e isso quer dizer que existe muito pouco tempo da agenda para outras questões.”

Weller argumenta que os líderes do G-20 estariam a ajudar os seus próprios países contribuindo nos esforços de ajuda a milhões de pessoas nos países em desenvolvimento que não têm meios para participar na economia global. Ela sublinha que a pobreza é mais importante que a obrigação moral.

“É também um problema económico. Isso provoca a queda da procura. É ali onde deve haver o crescimento… naqueles mercados. E se atacares a pobreza, toda gente ficará a beneficiar.”

As reuniões estão a ter lugar num contexto de muita segurança em torno da zona ao longo da Baixa península onde todos os acessos as vias públicas estão a ser altamente patrulhados por policias federais mexicanos fortemente armados e militares.

XS
SM
MD
LG