Links de Acesso

O Século XXI Será o Século das Pessoas em Fuga

  • Eduardo Ferro

O Século XXI Será o Século das Pessoas em Fuga

O Século XXI Será o Século das Pessoas em Fuga

o antigo primeiro-ministro português lembrou que há actualmente 43 milhões de refugiados através do mundo carecendo de protecção

O alto comissário das Nações Unidas para os refugiados, António Guterres advertiu hoje que o século XXI será o século das pessoas em fuga apelando para um debate internacional para se fazer frente a esse desafio.

Num discurso pronunciado hoje num simpósio sobre a protecção dos refugiados na cidade alemã de Berlim, o antigo primeiro-ministro português lembrou que há actualmente 43 milhões de refugiados através do mundo carecendo de protecção.

Segundo ele as grandes tendências globais tais como o desenvolvimento demográfico, urbanização e escassez de víveres, de água potável e de matérias-primas e sobretudo as mudanças climáticas, agudizam situações de conflito e obrigam muitas pessoas a abandonar as suas terras natais.

Na sua intervenção Guterres salientou que em África vivem mais de 40% dos refugiados do Mundo e que os primeiros 25 lugares da lista dos países que acolhem maias refugiados são ocupados por países em desenvolvimento e só na vigésima sexta posição surge um país industrializado, a Alemanha.

Guterres enunciou ainda os 3 grandes desafios que se colocam ao Alto comissariado da ONU para os refugiados o primeiro dos quais é o crescente número de conflitos duradouros como no Afeganistão, Somália e Congo.

O segundo grande desafio é a redução do espaço de manobra humanitário nomeadamente devido à proliferação do banditismo. Segundo Guterres o último grande desafio é a erosão do espaço de asilo político acompanhado por tendências tais como a xenofobia, o racismo e a crescente indiferença perante o drama dos refugiados.

XS
SM
MD
LG