Links de Acesso

As Crianças São As Primeiras Vítimas Da Guerra

  • Paulo Faria

As Crianças São As Primeiras Vítimas Da Guerra

As Crianças São As Primeiras Vítimas Da Guerra

A UNICEF diz que no Sudão morrem todos os anos mais de 300 mil crianças de causas evitáveis

O Fundo das Nações Unidas para as Crianças (UNICEF) informou que centenas de milhar de crianças no Sudão estão a morrer de razões evitáveis. A UNICEF afirma que as crianças são as primeiras vítimas da guerra e é improvável que a sua situação melhore a menos que a paz chegue ao país.

A UNICEF diz que no Sudão morrem todos os anos mais de 300 mil crianças de causas evitáveis. E diz também que cerca de 26 mil mães morrem todos os anos de parto.

As estatísticas da UNICEF mostram que cerca de 75 mil crianças morrem de malária. Mas acrescenta que as mortes por malária estão a baixar significativamente porque cerca de 70 por cento das famílias com crianças menores de cinco anos têm agora redes mosquiteiras tratadas com insecticida.

O representante da UNICEF no Sudão, Nils Kastberg, disse que as diarreias, infecções respiratórias e o sarampo são também responsáveis por muitas mortes. Afirmou também que muitas crianças no Sudão são muito mal alimentadas e que isso é uma grande razão porque estão a morrer.

“Nós basicamente precisamos de fortalecer o valor nutritivo. Geralmente, a mortalidade no mundo, tem a tendência para que nas crianças com menos de cinco anos seja de 30 por cento porque elas são fracas devido à malnutrição. No caso do Sudão, 60 por cento das crianças têm vários graus de malnutrição que as enfraquecem e é por isso que elas apanham facilmente malária, diarreias e infecções respiratórias.”

Kastberg afirmou que a pobreza e condições semelhantes a guerra no Sudão afectam também a educação. Disse que pelo menos três milhões de crianças não estão a ir à escola e muitas delas que têm a instrução primária não continuam os seus estudos.

Disse também que em muitos estados sudaneses menos de 40 por cento das mulheres não são analfabetas. Afirmou não haver forma dos níveis de sobrevivência e educação poderem melhorar até que o Sudão tenha paz.

O Sudão vai efectuar um referendo em 2010 que vai decidir se o Sul se separa do Norte e torna-se independente. Kastberg disse que a maioria das pessoas prevê que haverá uma erupção de diferentes níveis do conflito depois do referendo.

“O que estamos a tentar fazer é evitar que esses cenários sombrios aconteçam….e se pudermos fazer progressos nessa área, então penso que seremos capazes de reduzir a mortalidade infantil abaixo dos cinco anos muito rapidamente em dois ou três anos para menos de um terço e a mortalidade materna também para menos de um terço.”

Kastberg afirmou que a UNICEF está a efectuar uma campanha de paz através do país para levar as pessoas a pensarem sobre o custo da guerra e o custo da paz. Disse que líderes religiosos e tribais, imãs e líderes políticos estão empenhados na campanha.

XS
SM
MD
LG