Links de Acesso

Caminho de Ferro de Moçâmedes inaugurado no mês de Agosto

  • Teodoro Albano

A saída do comboio experimental prevista para o final do mês em curso

Modernização do CFM

O comboio do Caminho de Ferro de Moçâmedes deve ser inaugurado no próximo mês de Agosto depois dos avanços que conheceu o processo de reabilitação e modernização do CFM.

A saída do comboio experimental está prevista para o final do mês em curso, anunciou no Lubango, o presidente do conselho de administração do CFM, Daniel Quipaxi.

Daniel Quipaxi revelou que os 970 quilómetros de linha férrea que liga Namibe a Menongue estão concluídos e até a realização do comboio inaugural todas outras infra-estruturas de apoio conhecerão o mesmo fim.

“As obras das outras infra-estruturas, refiro-me as estações a sinalização as telecomunicações também estão numa fase muita avançada e tudo levam a crer que está apontado para que quando se realizar o comboio inaugural entre o Namibe e o Menongue tudo esteja funcional”.

Com a inauguração do CFM estão previstas a criação de centenas de novos empregos nas cidades do Namibe, Lubango e Menongue. Estima-se em mais de quinhentos e a prioridade irá recair para o recrutamento de jovens.

Daniel Quipaxi anunciou mais benefícios que se advinham com a entrada em funcionamento do CFM seis anos depois de paralisação.

“Nós vamos em princípio estabelecer um convénio um contrato para a transportação de minério de ferro e outros minérios aqui produzidos explorados na região de e para o Namibe vamos também transportar outro tipo de cargas isso tudo vai nos permitir arrecadar receitas que engrossarão a nossa tesouraria e assim resolvermos grande parte do problema dos nossos trabalhadores e não só como também de todos aqueles que directa e indirectamente estão ligados ao pessoal do CFM”.

A reabilitação e modernização do CFM iniciada em 2006 estão avaliadas em um bilião e duzentos milhões de dólares e conta com financiamento da China.

XS
SM
MD
LG