Links de Acesso

São Tomé: Alunos da escola Patrice Lumumba regressam às aulas

  • Óscar Medeiros

Edifícios dos Tribunais na cidade de São Tomé (Arquivo)

Edifícios dos Tribunais na cidade de São Tomé (Arquivo)

Principal escola secundária do país, esteve fechada durante uma semana por causa do transe colectivo de estudantes

Reabertura das aulas na Patrice Lumumba

Foi hoje reaberta a Escola Secundária Patrice Lumumba depois do governo ter decretado o seu encerramento por causa da ocorrência de um fenómeno estranho em que dezenas de alunas entraram em transe colectivo.

As autoridades nomearam uma equipa de psicólogos e de psicanalistas para acompanhar as estudantes afectadas, e esta manhã o bispo católico Dom Manuel rezou uma missa no local para permitir o regresso as aulas.

Os professores do estabelecimento acreditam que depois da missa do prelado e também do acompanhamento clínico das cerca de 70 crianças, o problema que conduziu ao encerramento das escola possa estar ultrapassado.

A directora da Patrice Lumumba, Celeste Umbelina, diz contudo que as crianças afectadas pelo transe vão ficar em casa sob o acompanhamento dos pais e encarregados de educação e que as mesmas deverão ser observadas por psicanalistas e psocólogos durante a baixa.

Este é o segundo caso de uma escola pública Santomense a ser afectada pelo estranho fenómeno de transe colectivo dos alunos. Muitos dos residentes consideram tratar-se de um caso de espiritismo e que deve ser tratado com o recurso a medicina tradicional.

As perspectivas de solução continuam no entanto a dividir os responsáveis na tomada de decisão, e desde sempre houve uma série de paliativos envolvendo recursos à medicina e à religião.

Ouça a reportagem de Óscar Medeiros enviada de São Tomé...

XS
SM
MD
LG