Links de Acesso

Luanda diz que MISSANG custou ao país 10 milhões de dólares

Terminou Sábado a retirada das forças angolanas estacionadas na Guiné-Bissau.

Os soldados e polícias tinham chegado em Março de 2011 ao abrigo de um acordo para ajudar na restruturação das forças armadas guineenses e a sua presença foi uma das razões dadas por militares guineenses para o golpe de estado no país em Abril.

Aviões de transporte foram enviados para Bissau para retirar as tropas angolanas que trouxeram de volta a Angola o material pesado que tinham levado consigo

O programa de ajuda angolano previa a reparação e reconstrução de quartéis e esquadras da polícia. Algumas dessas obras já haviam começado e foram interrompidas.

O diário Jornal de Angola diz hoje que a missão militar de Angola (MISSANG) custou ao país 10 milhões de dólares.

A MISSANG foi entretanto substituída por uma missão militar da Comunidade Económica de Desenvolvimento da África Ocidental, CEDAO, que já está estacionada no país.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG