Links de Acesso

ONU reúne dirigentes mundiais para debaterem a luta contra Sida


Michel Sidibe, Director-executivo da ONUSIDA

Michel Sidibe, Director-executivo da ONUSIDA

Vai ser o balanço de uma década de combate a doença depois da Declaração de 2001

Numa altura que as Nações Unidas organizam uma reunião de alto nível sobre o Sida, o director da ONUSIDA diz que houve progressos significativos no combate a doença.

Michel Sidibé diz ser necessário fazer entender ao mundo que há 30 anos a Sida era considerada como doença da vergonha e que se tem vencido a conspiração do silêncio.

O director executivo da ONUSIDA enaltece a importância da reunião da Assembleia geral que tem lugar de 8 a 10 de Junho em Nova iorque, e sublinhou a necessidade dos líderes do mundo definirem o estado actual da luta contra a pandemia do Sida.

A acelaração de progressos vai exigir a solidariedade mundial e dos parceiros, prinicipalmente nesta fase de contenção financeira, reconhecem os responsáveis internacionais.

Os resultados das acções de combate são incontestáveis. Os novos dados da ONUSIDA demonstram que foram feitos progressos sucessivos tanto no campo da prevenção, não descriminação e redução da mortalidade, graças a tratamentos e outras formas de apoio.

Oiça na Agenda Africana desta semana, extratos da entrevista com Michel Sidibé.

XS
SM
MD
LG