Links de Acesso

Divisões na liderança da FNLA alimentam incertezas em Malanje

  • Isaías Soares

Simba Matuvanga, segundo secretário provincial da FNLA (facção de Lucas Ngonda), em Malanje

Militantes do partido queixam-se da apatia política criada pela disputa entre Ngola Kabango e Lucas Ngonda

Malanje FNLA continua dividida

A FNLA deverá participar nas eleições de Agosto próximo com duas lideranças, o que está a levantar sérias preocupações para os seus militantes em Malanje.

Os partidários da Frente Nacional de Libertação de Angola (FNLA) na província estão preocupados com a participação daquela formação política com duas bandeiras.

O segundo secretário da FNLA, partidários de Lucas Ngonda questiona-se o porque do não cumprimento do acórdão do Tribunal Constitucional quando a evolução dos imóveis e a presença de dupla liderança.

“Nós somos legítimos e solicitamos para ver se todos elementos afectos ao irmão Ngola Kabango que deixem a sede, até hoje continuam e nós fizemos aqui um documento que dirigimos ao procurador, esse nos respondeu para ver se o partido intenta uma acção judicial para despejar tais homens”, esclareceu, afirmando depois que o assunto arrasta-se desde o ano passado.

Simba Matuvanga reafirmou que “a FNLA vai as eleições, estão a faltar dois meses, para nós são dois dias e as instituições competentes não estão a falar nada e isso também nos complica, tem que haver justiça justa dentro do país. Como uma sentença está lida o juiz toma medida o réu vai a cadeia”.

Para garantir a Inscrição do partido criado por Holden Álvaro Roberto as eleições de 31 de Agosto deste ano, mil e cem assinaturas foram canalizadas para a direcção central em Luanda.

Ao nível interno estão a ser realizados actos de mobilização e sensibilização dos militantes, amigos e simpatizantes, com maior incidência aos jovens e os antigos combatentes da luta de libertação nacional.

Os correligionários de Lucas Ngonda realizam toda actividade política em residências de militantes e familiares.

XS
SM
MD
LG