Links de Acesso

"Conjunto Angola 70" efectua digressão pela Europa

  • Pedro Dias

 "Conjunto Angola 70" um grupo de músicos angolanos executantes do ritmo Semba

"Conjunto Angola 70" um grupo de músicos angolanos executantes do ritmo Semba

O "Conjunto Angola 70" reúne os melhores músicos angolanos que despontaram nas décadas de 60 e 70.

"Conjunto Angola 70" faz digressão pela Europa

O Conjunto Angola 70, designação de um grupo de executantes do ritmo Semba, vai promover, de 7 de Junho até 8 Julho, a sua segunda digressão pela Europa.

A digressão abrangerá oito países, além de uma apresentação no norte de África, no Festival Timitar, na cidade marroquina de Agadir.

O Conjunto Angola 70, formado por músicos angolanos que despontaram na década de 70, começa a digressão no centro cultural RASA, na cidade Utrecht, Holanda, seguida da actuação no Festival Clandestino, na Suécia.

Criada em 2011, a banda é constituída por Zecax (vocalista principal), Teddy N’Singui (guitarra solo), Boto Trindade (guitarra solo), Joãozinho Morgado (percussão), Raul Tulingas (Dikanza), Dulce Trindade (guitarra ritmo), Carlos Timóteo (baixo) e Chico Montenegro (vocalista e bongos).

Agenciado pela Mano A Mano - Produções, em parceria com o Instituto Cultural Alemão (Goethe Institut Angola), o Conjunto Angola 70 procura recriar, de forma fiel, a música popular angolana dos anos 70.

O Conjunto Angola 70 reúne “os melhores músicos que despontaram entre os anos 60 e 70 e que continuam no activo”.

A Mano A Mano Produções diz que um dos objectivos é a recriação da sonoridade que caracteriza a matriz cultural angolana, produzida num período áureo da história da música popular.

A primeira digressão do Conjunto Angola 70 realizou-se em Outubro do ano passado, passando pelo prestigiado “Womex Festival”, na Dinamarca, além de outros palcos e países da Europa.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG