Links de Acesso

Polícia angolana promete segurança nas eleições

  • Armando Chicoca

Em caso de necessidade outrãos orgãos de segurança poderão ajudar

Polícia vai proteger eleições

A Polícia Nacional de Angola vai mobilizar todos os seus efectivos de cerca de 80.000 homens para garantir a segurança no dia das eleições, disse o 2º Comandante geral da Polícia, o Comissário Chefe Paulo de Almeida.

Este oficial disse que em caso de necessidade para se ter segurança em todas as assembleias de voto a polícia poderá pedir ajuda a outros órgãos de segurança.

Paulo Almeida falava no final de uma visita á província do Namibe e abordou também questões relacionadas com a força policial do país.

Assim, Almeida disse que a corporação necessita de vinte mil novos agentes, para substituir os membros da corporação, que por limite de idade, deverão passar a reforma.

O 2º Comandante da Polícia reconheceu ainda haverem pontualmente “excessos” de alguns agentes no exercício das suas funções mas acrescentou que a disciplina policial tem sido implacável contra os prevaricadores.

A policia também vive as dificuldades sociais, reclamadas por milhares de angolanos, o 2º Comandante geral da policia, Paulo de Almeida, enumerou de entre algumas, o baixo salário dos agentes da corporação que não encontra resposta no custo devida.

A falte de residências para as famílias de cada um dos agentes ao serviço da nação, também foram arroladas no leque das dificuldades por que passam os membros da corporação.

policial, nos programas de investimento público, que já construiu e reabilitou várias unidades, esquadras e comandos Municipais da polícia.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG