Links de Acesso

Angolanos sem documentos vão ter cidana reconhecida

  • Armando Chicoca

Cidadãos desfavorecidos não registados terão cidadania reconhecida; mas o processo abrange, primeiro, as crianças.

Cidadãos desfavorecidos não registados terão cidadania reconhecida; mas o processo abrange, primeiro, as crianças.

Projecto na província do Namibe dá prioridade às crianças

Os angolanos desprovidos de bilhete de identidade e assentos de nascimentos vão ser documentados durante a campanha gratuita aberta no centro de reassentamento dos sinistrados do Saco-Mar que deverá estender-se a toda a a província do Namibe.

Durante o acto de abertura a vice-governadora Maria dos Anjos Mahove disse que a prioridade do governo vai para as crianças dos zero aos cinco anos de idade e só depois se vai proceder ao registo de outras franjas da população.

O Director do Instituto Nacional da Criança, Mário Tchova, manifestou a sua satisfação por este feito que vai conferir o direito à cidadania a crianças de famílias vulneráveis no Namibe.

Os cidadãos maiores de idade desprovidos de qualquer documento de identidade, e em situação de vulnerabilidade, também vão beneficiar gratuitamente do registo e emissão do bilhete de identidade, mediante declaração de pobreza emitida pelas administrações municipais e comunais, segundo a delegada provincial da Justiça, Paula Marisa.

«As administrações vão passar atestados de pobreza, mas aqui chamo à atenção dos funcionários para o facto de muitos cidadãos querem passar por cidadãos em extrema pobreza, mesmo não sendo, portanto, maior responsabilidade e disciplina», defendeu.

Ouça a reportagem do Armando Chicoca, clicando na barra acim,a deste texto.

XS
SM
MD
LG