Links de Acesso

Angola: Petrolíferas investem em projecto social

  • Isaías Soares

Novas instalações do ICRA em Malanje

Novas instalações do ICRA em Malanje

Malanje tem novo edíficio de Insituto de Ciências Religiosas

Petrolíferas investem em projecto social

A Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol) e as petrolíferas associadas no bloco 15 de exploração de petróleo investiram cera de um milhão de dólares americanos para a reabilitação e apetrechamento do novo edifício do Instituto de Ciência Religiosas de Angola (ICRA) em Malanje.

O director – geral da ESSO Angola, Stéphane de Mahieu anunciou o montante esta terça-feira, durante a cerimónia de reinauguração das novas instalações do ICRA no bairro da Maxinde, pelo ministro dos Petróleos, José Maria Botelho de Vasconcelos.

Com sete salas de aula, sala de informática, área administrativa, refeitório e quartos de banho numa primeira fase, possui uma capacidade para acolher 630 estudantes da décima a décima terceira classe em dois turnos.

O ministro dos Petróleos, Botelho de Vasconcelos, antigo interno do lar masculino da Obra Social da Maxinde, onde funciona agora o ICRA ao recordar o empenho da Igreja Católica na formação da juventude angolana, reiterou a obrigação social das empresas petrolíferas em Angola, traduzida na “reconstrução, construção de escolas, estradas hospitais”, entre outros sectores.

Associação do Bloco 15 é constituída pelas empresas ENI angola, ESSO Angola, BP Angola e Statoil e o empreendimento foi materializado pela Agência Internacional para o Desenvolvimento dos Recursos Adventistas (ADRA – Internacional).

O governo de Malanje co-participante do empreendimento vai financiar a construção da biblioteca, anfiteatro e da sala de cinema, segundo o governador Boaventura da Silva Cardoso, associou-se ao apelo do responsável da Igreja Católica na região.

O arcebispo local, dom Luís Maria Perez de Onraita recordou os primórdios anos sessenta desde a sua inserção em projectos de formação dos jovens, na paróquia Nossa Senhora de Fátima da Maxinde, depois lembrou “1996 já como bispo de Malanje, sim é neste tempo que tive a dedicação das escolas”.

XS
SM
MD
LG