Links de Acesso

Nampula: Renamo acusa Polícia de ameaçar militantes seus

  • Faizal Ibramugy

Presidente Armando Guebuza

Presidente Armando Guebuza

O partido Renamo, na província de Nampula, denunciou nesta sexta-feira, que os seus membros nos distritos onde o presidente da República poderá visitar a partir da próxima segunda-feira, estão a ser ameaçados pela Força de Intervenção Rápida.

O partido Renamo, na província de Nampula, denunciou nesta sexta-feira, que os seus membros nos distritos onde o presidente da República poderá visitar a partir da próxima segunda-feira, estão a ser ameaçados pela Força de Intervenção Rápida. Segundo o porta-voz da Renamo, em Nampula, que convocou aos órgãos de comunicação social para falar sobre a situação política de Nampula a escassos dias de receber a visita presidencial, o governo provincial mandou aos distritos de Murrupula, Ribaué, Muecate, ilha de Moçambique e Memba, a FIR para de casa em casa desencorajar as populações a não intervirem nos comícios que Guebuza vai orientar.

Porém, explicou que nesses distritos as populações têm muitas denúncias a fazer, desde as ligadas ao mau funcionamento da administração pública, à má gestão dos vulgos sete milhões de meticais alocados aos distritos para criarem desenvolvimento, bem como a corrupção nos sectores da função pública.

Por outro lado, a conferência de imprensa serviu para criticar o governo provincial de Nampula por ter tomado a iniciativa de alterar as datas marcadas para o arranque da Semana Nacional da Saúde da Criança, de 25 de Maio corrente para 6 de Junho próximo, mesmo sem motivos especificados.

A Renamo entende que a alteração deveu-se ao facto de a província estar a preparar a visita do presidente da República. "Quem é o presidente da República? Afinal ele não dirige o povo?" questionou o porta-voz da Renamo para depois opinar que não devia ser o presidente da República a impedir a campanha de vacinação de crianças.

XS
SM
MD
LG