Links de Acesso

Os perigos políticos do derrame


Os perigos políticos do derrame

Os perigos políticos do derrame

O assunto tem todo o potencial para se tornar um factor de campanha para as eleições legislativas de Novembro

A gravidade do derrame está a provocar desassossego na opinião pública e o assunto tem todo o potencial para se tornar um factor de campanha para as eleições legislativas de Novembro.

Michael Barone, politólogo e editor do Almanac of American Politics, analisa os perigos políticos do derrame.

Poderá a maré negra do Golfo do México dar aos democratas um dia negro nas eleições de Novembro? A pergunta intriga os analistas.

O derrame resultante do acidente com uma plataforma da BP atingiu proporções gigantescas para as quais não há tecnologias testadas, nem solução imediata ah vista. Tudo o que existe é para derrames menores. Mas a mancha cresce e alastra. Já chegou a costa do estado da Louisiana. Mississippi, Alabama e Florida podem ser a seguir.

A pergunta da VOA ao politólogo Michael Barone é esta. Quem vai sofrer as consequências politicas? Ele recorda que em 2005, George W Bush sofreu com a má resposta do governo ao furacão Katrina.

"O Presidente Obama será tão responsabilizado pela dificuldade em conter o derrame como o Presidente Bush foi pela resposta ao furacão Katrina? A minha sensação é que sim, mas não em tão grande medida. Ele vai enfrentar problemas políticos por causa disto."

Que problemas e com que gravidade ainda não se sabe. Está tudo dependente da forma como o derrame evoluir e dos danos que vai causar. Mas se a opinião pública culpar o governo por não conter a maré negra, o Partido Democrático terá dificuldades eleitorais.


"O Partido Democrático, segundo os seus porta-vozes, tencionava fazer campanha em redor desta ideia: conseguimos resultados, trabalhamos arduamente, fizemos mudanças, os republicanos são obstrucionistas e querem travar-nos. Mas se as pessoas entenderem que o derrame resulta de incompetência do governo isso enfraquece os argumentos dos democratas para a campanha que tinham em mente."

As sondagens à opinião pública ainda não registam quebras para o presidente Obama e o seu partido por causa deste incidente, mas a administração está preocupada. E essa é em parte a razão porque os seus responsáveis tem atacado tão duramente a BP – para que a opinião publica entenda que é a empresa e não o governo a responsável pelo derrame... e não responsabilize o Presidente e os democratas.

XS
SM
MD
LG