Links de Acesso

Professores no Namibe ameaçam manifestação para Domingo

  • Armando Chicoca

Professores no Namibe ameaçam manifestação para Domingo

Professores no Namibe ameaçam manifestação para Domingo

Manfiestações de solidariedade poderão ocorrer em simultâneo noutras províncias

Professores na cidade angolana do Namibe ameaçam manifestar-se no próximo Domingo caso não seja resolvido o processo de reconversão de carreira docente que se arrasta há anos.

A manifestação poderá ser acompanhada de protestos de solidariedade noutras provincias, dizem os organizadores.

Os mais de 200 professores leccionam nas escolas nas escolas do II Ciclo e Institutos Medios locais e o processo arasta-se ha mais de dois anos.

Os professores visados dizem que o Ministério das Finanças está no centro do conflito, sublinhando que nem sequer consegue dar explicações convincentes sobre o impasse.

«Em Maio do ano passado, a nossa reconversão, veio publicada no diário da republica. Queremos o nosso dinheiro ou no mínimo explicação das razóes do atrazo», desabafou um dos perofessores.

Os lideres do grupo de professores dizem estar em contactos com os seus confrades em outras provinciais, no sentido de fazer coincidir a manifestação no mesmo dia e na mesma data, nas províncias do Huambo, Bié, Benguela e Luanda, segundo revelou a voz de América o Professor António Salviano de Jesus Tchipuapua.

« Estamos em contacto com os nossos colegas de Benguela, Bié, Huambo e Luanda, para todos sairmos a rua em simultaneo," diss ele.

"O nosso descontentamento resulta no facto de que os poucos colegas que se licenciaram muito recentemente, já têm a situação de reconversão resolvida, auferem bons salários e nós, os antigos com a mesma graduação, auferimos salario de miséria,uma diferença abismal, isto provoca descontentamento e repulsa”, disse.

Um outro professor, António marques disse que a manifestação não terá caracter político

A VOA no Namibe, procuramos ouvir autoridades governamentais locais sem sucesso. Uma fonte próxima do Governo da Província descarta qualquer responsabilidade que venha a ser atribuida á direcção provincial do Namibe da educação, sublinhando que a morosidade e a confusão que se assiste na reconversão de carreira docente se deve ao Ministério das Finanças em Luanda.

Ao nível da província do Namibe, o processamento foi feito com rigor, disse a fonte.

A fonte acrescenta que há dois meses, o chefe do sector de finanças da direcção provincial do Namibe de educação Avelino Tchissica encontra-se em Luanda para junto do Ministério de Finanças, pressionar e desbloquear a situação controversa de reconversão de carreira docente.

Ouça a reportagem do Armando Chicoca

XS
SM
MD
LG