Links de Acesso

Washington pode enviar missão diplomática a Pyongyang

  • Paulo Oliveira

Stephen Bosworth em Seoul

Stephen Bosworth em Seoul

Tal não deve ser visto como uma indicação que Washington já decidiu sobre o pedido de ajuda alimentar

O Departamento de Estado deve anunciar dentro de dias o envio à Coreia do Norte de uma missão diplomática rara.

Fontes governamentais norte americanas e sul coreanas indicaram que Washington se prepara para enviar a Pyongyang, possivelmente ainda este mês, uma delegação oficial.

A visita, segundo as mesmas fontes, será chefiada pelo embaixador Robert King, o enviado especial junto da Coreia do Norte para as questões de direitos humanos.

A deslocação servirá para avaliar os pedidos urgentes de Pyongyang no sentido de uma ajuda alimentar externa de grande valor.

Stephen Bosworth, o enviado dos Estados Unidos junto de Seoul, deu resposta à questão após encontro com entidades do ministério dos Estrangeiros sul coreano.

“Vamos tomar uma decisão sobre o assunto dentro de alguns dias, e será anunciada por Washington. Debatemos o pedido norte coreano para assistência alimentar, e penso termos chegado a um ponto de vista comum”.

O embaixador Bosworth encontra-se de visita à Coreia do Sul, deslocação que ocorre a meio de discussões internacionais sobre a situação alimentar no Norte.

Um porta-voz do ministério dos estrangeiros sul coreano indicou que Seoul e Washington partilham quase da mesma posição sobre o fornecimento de alimentos à Coreia do Norte.

O porta-voz sublinhou que mesmo que o embaixador King se desloque a Pyongyang, tal não deve ser visto como uma indicação que Washington já decidiu sobre o pedido de ajuda.

A Coreia do Sul mantém a decisão de não retomar, em breve, o envio de ajuda alimentar em larga escala para Pyongyang.

Seoul tem permitido que grupos de beneficência enviem pequenas quantidades de ajuda de emergência para as crianças norte coreanas.

As agências da ONU e organizações privadas manifestam preocupação sobre o nível de nutrição no Norte, sustentando que a situação é a pior desde o surto de fome dos anos 90.

Alguns analistas americanos e sul coreanos manifestam dúvidas, sublinhando não existirem provas de grande desnutrição.

XS
SM
MD
LG