Links de Acesso

Receiam-se ataques de piratas em Moçambique

  • William Mapote

Uma embarcação mercante foi atacada recentemente a cerca de 20 milhas da plataforma da ENI ao largo da costa moçambicana

Moçambique: ENI reforça segurança em plataforma de gás

A petrolífera italiana ENI reforçou a segurança junto da sua plataforma de pesquisa de gás natural na bacia do Rovuma, norte de Moçambique, por forma a responder a eventuais ataques piratas que continuam a privilegiar parte da região marítima do norte do país.

Segundo informações prestadas terça-feira em Pemba, pela direcção técnica da ENI em Moçambique, a medida surge por forma a assegurar a integridade dos avultados investimentos que estão a ser implementados.

Segundo informações prestadas por Ricardo Bueno, director de operações da ENI para Moçambique, há cerca de duas semanas uma embarcação mercante de origem não revelada foi atacada, a cerca de 20 milhas da plataforma da ENI. Até ao momento esta é a distância mais próxima de uma plataforma de pesquisa de hidrocarbonetos em que houve registo de ataque pirata no país.

As acções de protecção marítima junto da plataforma da gigante italiana estão a ser asseguradas pelas Forças Armadas de Moçambique e financiadas pela própria petrolífera.
Segundo cálculos da própria empresa a operação está avaliada em cerca de 200 mil dólares por dia.

XS
SM
MD
LG