Links de Acesso

Vai-vem Endeavour partiu para a sua ultima missão no espaço

  • Paulo Oliveira

Vai-vem Endeavour partiu para a sua ultima missão no espaço

Vai-vem Endeavour partiu para a sua ultima missão no espaço

Nave leva a bordo aparelho que mede raios cósmicos e poderá detectar antimatéria no espaço

A nave espacial Endeavour deslocou para vigésima quinta e ultima missão no espaço.

Foi a contagem decrescente para o voo final da Endeavour, alargando o conhecimento e expandindo a vida no espaço.

Palavras com que os seis astronautas a bordo na nave espacial mais nova da frota da NASA deixaram o centro espacial Kennedy no estado da Florida, rumo à Estaçao Espacial Internacional.

O astronauta Mark Kelly que comanda a missão final da Endeavour manifestou que a missão representa o poder do trabalho de equipa, e o compromisso para com a exploração.

A esposa de Kelly, a congressista norte americana Gabrielle Giffords, assistiu ao lançamento. Giffords foi ferida com gravidade, em Janeiro passado, no estado do Arizona, no decurso de um tiroteio, encontrando-se em recuperação num centro médico de Houston, no Texas.

O lançamento do vaivém tinha sido previsto pela Agência Espacial Norte Americana para 29 de Abril, mas foi adiado devido a problemas técnicos cinco horas antes da ignição.

Um dos dois circuitos de aquecimento das unidades auxiliares de energia da nave não funcionou.

Segundo os engenheiros da NASA, um curto-circuito causado pelo termóstato das unidades, foi danificado durante os testes de rotina. Os responsáveis garantiram que o problema está resolvido.

O vaivém leva consigo o aparelho construído por uma equipa internacional, que inclui investigadores portugueses e vai realizar a experiência mais importante a decorrer na Estação Espacial Internacional.

O espectrómetro mede raios cósmicos e poderá detectar matéria escura e antimatéria.

A experiência pode vir a responder a questões sobre a formação e a constituição do Universo que intriga a comunidade científica há décadas.

XS
SM
MD
LG