Links de Acesso

SIDA: Militares moçambicanos prometem combate

  • William Mapote

Conferência em Maputo aborda combate e prevenção da doença

SIDA: Militares moçambicanos prometem combate

Cerca de 400 líderes militares e especialistas de vários países ligados a projectos de luta contra o SIDA estão desde hoje reunidos em Maputo numa conferência para uma troca de experiências sobre as acções de combate e prevenção a esta doença.

A conferência com a duração de quatro dias vai partilhar as melhores práticas em termos de prevenção, cuidados e tratamento ao HIV/SIDA.

Uma das principais experiências que vai merecer destaque é a circuncisão masculina que segundo estudos, pode reduzir até mais de 60% os riscos de contaminação e por isso, vai merecer maior apoio por parte do governo americano, o maior financiador das acções contra o SIDA, com desembolsos anuais cerca de 260 milhões de dólares.

O ministério da defesa nacional disse entretanto não possuir dados sobre a situação da sero-prevalência no exército moçambicano. Admite contudo que há um número considerável de infectados entre os militares e espera que a conferência deixe experiências úteis para fazer das FADM, mais um actor no combate aquela doença ao nível da sociedade em geral.

Dados oficiais indicam que há uma tendência de estagnação nacional dos índices de contaminação, contudo, o governo moçambicano considera que a situação já superou uma questão estatística, sendo agora de vida ou de morte, merecendo por isso, mais acções e actores na luta.

XS
SM
MD
LG