Links de Acesso

Moçambique: 50% de crianças com menos de 5 anos malnutridas

  • William Mapote

Crianças moçambicas numa creche em Maputo (Arquivo)

Crianças moçambicas numa creche em Maputo (Arquivo)

Baixo peso, deficiências de crescimento e anemia são as consequências directas da malnutrição

Malnutriçao em Moçambique

A subnutrição continua a ser um grave problema para as crianças moçambicanas, indica o relatório preliminar do Inquérito Demográfico da Saúde (IDS), hoje divulgado pelo Instituto Nacional de Estatísticas (INE).

Segundo o inquérito, o terceiro do género ao nível nacional e que foi realizado em 2011, cerca de metade das crianças moçambicanas menores de cinco anos sofre de problemas nutricionais crónicos, quer por falta de alimentação ou por deficiência dos alimentos dados para sua alimentação.

As consequências directas dos elevados índices de subnutrição vão desde o baixo peso e crescimento e ainda a anemia, que afecta dois terços de crianças até aos cinco anos de idade.

Apesar dos graves problemas nutricionais, o inquérito indica que a taxa de mortalidade infantil esta numa tendência de redução.

Nos últimos 15 anos, a mortalidade infantil reduziu de 158 mortes por cada 1000 nascimentos, para 64 mortes, por mil nascidos.

O aumento do acesso às vacinas e a partos assistidos em unidades sanitárias são as principais razões apontadas para a redução da taxa de mortalidade.

XS
SM
MD
LG