Links de Acesso

Angola: UNITA tenta recuperar influência no Huambo

  • António Capalandanda

Abilio Kamalata Numa,secretário-geral da UNITA

Abilio Kamalata Numa,secretário-geral da UNITA

O maior partido da oposição angolana está a tentar reorganizar-se para recuperar a sua tradicional praça política.

Após a derrota da UNITA no Huambo frente ao MPLA nas legislativas de 2008 o maior partido da oposição angolana está a tentar reorganizar-se para recuperar a sua tradicional praça política.

Liberty Chiaca, secretário provincial da UNITA, disse que foram introduzidas reformas na geografia política do seu partido, para que a sua organização partidária se torne uma força política mais proactiva.

Ainda segundo a fonte, essa reestruturação passa necessariamente pela forma de fazer politica e relacionar-se com o eleitorado.

“ Essa nova etapa obriga uma nova forma de abordar os problemas. Uma nova forma do partido interpretar, defender os interesses e as aspirações dos angolanos” sublinhou o politico.

Chiaca falava no final da primeira reunião estratégica eleitoral dirigida aos membros do seu partido, informou também que, serão formados no Huambo, mais de 60 mil agentes eleitorais para a fiscalização do processo eleitoral e deverão ser criados centros autónomos de apuramento de voto.

Passados nove de anos, desde o fim do conflito armado em Angola, os membros da oposição no planalto central, de acordo com aquele dirigente partidário, ainda são alvos de actos de violência política e de vandalismo protagonizados pelo partido no poder, resultando em assassinatos com objectivo de se criar o medo.

Ouça os pormenores com o António Capalandanda.

XS
SM
MD
LG