Links de Acesso

Nampula: Organização de reabilitação de drogados e prostitutas em perigo

  • Faizal Ibramugy

Membros acusam dirigente de se apropriar dos sucessos dos seus empreendimentos

Um projecto de reabilitação de prostitutas e drogados na cidade moçambicana de Nampula está atravessar problemas graves.

Membros da organização OTHOLA dizem que a dirigente da mesma tem-se apropriado de fundos e usado para beneficio próprio o sucesso dos empreendimentos iniciados pela organização.

Membros da OTHOLA disseram à Voz da América que após a realização da Assembleia Constituinte ano passado, a associação passou a beneficiar de diverso apoio financeiro por parte das Organizações Não Governamentais e ainda do Conselho Municipal de Nampula.

Com os fundos foi construído um aviário, onde os membros passaram a dedicar-se na actividade de criação de frangos, sob o comando de Teresa Faia, psicóloga que ajudou na criação da Associação.

Os membros acusam-na dizendo que expulsou do projecto quase todos os membros, alegando que estavam a desviar fundos para o beneficio próprio.

“Ela está a usar o nosso nome e nossa associação para fins pessoais. Neste momento em nenhum projecto está a trabalhar um usuário de droga” disseram membros da OTHOLA entrevistados pela VOA.

Para além do projecto de criação de frangos, a Associação dos Usuários de Droga e Trabalhadoras de Sexo, está empenhada na produção hortícola e de cereais, num terreno de aproximadamente 60 hectares. No presente ano foram produzidos vários hectares de milho, ainda por colher. Os membros disseram que a produção permanece na machamba porque os associados estão zangados por ausência de encontro e de prestação de contas por parte de Teresa Faia.

Agastados com esta situação, no último sábado, os toxicodependentes e prostitutas, decidiram convocar um encontro para demitir a psicóloga, usando a alegacão da má gestão e desvio de fundos. O encontro não no entanto não se realizou porque Faia não compareceu.

Contactada pela reportagem da VOA, Teresa Faia recusou-se a gravar entrevista alegando que as acusações foram feitas por indivíduos que se injectaram de drogas e ficaram emocionados. Por outro lado, disse que quer manter a distância dos meios de comunicação social nos seus projectos.

XS
SM
MD
LG