Links de Acesso

Cabo Verde admite participar em força internacional na Guiné-Bissau

  • Eugénio Teixeira

Jorge Carlos Fonseca, presidente de Cabo Verde

Jorge Carlos Fonseca, presidente de Cabo Verde

O presidente cabo-verdiano participa na cimeira da CEDEAO que irá analisar a crise político- militar que se vive na Guiné-Bissau.

Bissau: Cabo Verde não exclui participação

O presidente cabo-verdiano vai participar na cimeira da CEDEAO que irá analisar a crise político- militar que se vive na Guiné-Bissau.

Jorge Carlos Fonseca afirma que a delegação cabo-verdiana parte para a cimeira totalmente disponível para ouvir e dialogar, visando encontrar caminhos para se ultrapassar a crise desde que passem pelo respeito da legalidade constitucional.

Como membro das Nações Unidas, da União africana, da CEDEAO e da CPLP, disse Fonseca, Cabo Verde apoiará as melhores decisões tomadas por estas organizações internacionais.

Jorge Carlos Fonseca diz a delegação cabo-verdiana viaja para a capital marfinense totalmente aberta para ouvir e dialogar durante a cimeira, mas adiantou que a posição de Cabo Verde é clara e que nenhuma solução deverá passar pela legitimação do golpe de estado.

Sobre eventual integração de Cabo Verde em qualquer iniciativa internacional, o presidente cabo-verdiano afirma que o país não exclui o apoio, mas ressalva que será feito dentro das reais capacidades do arquipélago.

O primeiro dia de Jorge Carlos Fonseca em Abidjam, será aproveitado para o presidente da republica manter um encontro com a comunidade
cabo-verdiana radicada na Costa do Marfim.

XS
SM
MD
LG