Links de Acesso

Pyongyang ameaçou reduzir Seul a cinzas

  • Steve Herman

Qualquer provocação militar da Coreia do Norte terá resposta adequada

A Coreia do Sul parece ter levado a sério a recente ameaça proferida por Pyongyang.

A polícia sul coreana aumentou as patrulhas ao redor de nove meios de comunicação social conservadores em Seoul após a Coreia do Norte ter ameaçado realizar em breve uma acção militar especial através de meios e métodos sem precedentes.

O governo sul coreano referiu estar preocupado com a ameaça de reduzir a cinzas em poucos minutos, a base de apoio do presidente, incluindo vários meios de comunicação, e ainda um dos principais jornais diários.

O porta-voz do ministério dos estrangeiros caracterizou a recente ameaça de Pyongyang como sendo muito perigosa.

O porta-voz referiu que o governo sul coreano e o sector militar estão a reforçar as medidas de segurança, encontrando-se em estado de alerta para qualquer eventualidade. A mesma fonte acrescentou que qualquer provocação militar por parte da Coreia do Norte terá uma resposta adequada.

No ministério da defesa, o porta-voz afirmou aos jornalistas que pode acrescentar pouco sobre a possibilidade de novas provocações por parte da Coreia do Norte.

O porta-voz sublinhou que as forças sul coreanas estão a seguir o sector militar norte coreano, sem no entanto indicar o que está a ser feito.

Responsáveis do governo sul coreano acrescentaram não existir indicação de movimentos militares no Norte.

Esta situação leva a especular-se que o assalto que o sector militar da Coreia do Norte prometeu realizar contra o Sul pode ser de características não tradicionais, como um ataque cibernético contra o governo e os meios de informação.

XS
SM
MD
LG