Links de Acesso

David Mendes insiste em investigação a Eduardo dos Santos

  • Alexandre Neto

Advogado David Mendes, líder do Partido Popular

Advogado David Mendes, líder do Partido Popular

Mendes quer processos imediatos contra conhecidas figuras políticas que alegadamente desviaram milhares de milhões de dólares

O advogado e político David Mendes formalizou hoje a reclamação do despacho do Procurador da República que se tinha declarado sem competência para investigar o presidente Jose Eduardo dos Santos.

A investigação tinha sido pedida por Mendes que alegou que dos Santos e outras proemientes figuras políticas tinham estado envolvidas no desvio de mais de setecentos e setenta milhões de dólares dos cofres do Estado.

No documento são identificadas contas e datas em que as operações foram alegadamente realizadas.

A procuradoria tinha argumentado “não ter competência para conhecer e mandar instaurar os competentes processos crime por denúncias feitas contra o Presidente da República”, mas nada disse relativamente ao tratamento que tenciona dar às restantes figuras citadas na queixa, nomeadamente Pierre Falcone, Elísio de Figueiredo e Manuel Vicente, o actual ministro de estado da coordenação económica.

O advogado requereu a reapreciação do despacho e ao mesmo tempo solicitou da procuradoria o prosseguimento do caso abrindo imediatamente o processo contra as pessoas não protegidas pela constituição, nomeadamente Figueiredo, Falcone e Vicente.

Na sua reclamação ao despacho David Mendes pede também que “seja remetido á assembleia nacional a queixa contra o cidadão José Eduardo dos Santos”.

O PP-partido Popular apresentou a queixa a 10 de Outubro do ano passado.

Curiosamente, desde aquela data, o advogado e as organizações às quais se encontra associado, e o património que lhe é afecto passaram a ser alvo de ataques com armas de fogo ou directamente vandalizados sem que a polícia tenha conseguido esclarecer tais ocorrências.

No mês passado foi atingida com disparos de arma de fogo a sede da “Associação Mãos Livres”, ao passo que em Benguela, foi quebrado o vidro traseiro da viatura com a qual circulava.

Por outro lado a Investigação Criminal abriu processo contra David Mendes alegando crime de difamação.

Ouça a reportagem do Alexandre neto carregando na Barra azul no topo.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG