Links de Acesso

Nigéria: Candidato derrotado contesta resultado das eleições


Attahiru Jega,presidente da comissão eleitoral independente da Nigéria confirmando a vitória de Goodluck Jonathan

Attahiru Jega,presidente da comissão eleitoral independente da Nigéria confirmando a vitória de Goodluck Jonathan

Muhammadu Buhari diz estar a preparar um processo de impugnação ao mesmo tempo que apela a calma aos seus apoiantes

Na Nigéria o segundo candidato mais votado nas eleições presidenciais está a contestar os resultados que segundo ele teriam sido alterados pelo sistema informático da Comissão Eleitoral.

As eleições na Nigéria foram seguidas por uma onda de violência nos Estados do norte do país.

O antigo chefe militar Muhammadu Buhari tem apelado aos seus apoiantes a manterem-se calmos, enquanto o seu partido prepara para impugnar a reeleição do presidente Goodluck Jonathan.

Nós iniciamos as consultas ao mais alto nível para recuperar o mandato que vos foi roubado. Gostaria entretanto de vos pedir para continuarem pacientes.”

Alguns apoiantes de Buhari têm confrontado com a polícia anti-motim nos Estados do norte da Nigéria logo a seguir a publicação dos resultados das eleições. Essas disputas reacenderam a violência étnica e religiosa com milhares de deslocados e um número indeterminado de mortes, onde se assiste ataques e incêndios de igrejas e mesquitas.

O candidato Mahammadu Buhari condenou esses actos.

Isto é pior do que manobrar eleições. Chegaram-me informações de que muitos dos eleitores frustrados têm destruído os cartões eleitorais. É um erro grave que não vai resolver nenhum dos nossos problemas.”

O candidato Buhari está a apelar aos seus apoiantes para manterem-se politicamente activos enquanto o seu partido – Congresso para Mudança Progressiva – conteste o que diz ter sido uma fraude electrónica de votos.

Descobriu-se em Katsina e Kano que os computadores estavam programados para albardar-nos, - o Congresso para a Mudança Progressiva - em cerca de 40 e 26 por cento dos resultados, respectivamente.”

A Comissão Eleitoral Independente da Nigéria não respondeu especificamente a nenhuma das queixas da candidatura de Mahammadu Buhari, mas um dos seus porta-vozes disse que os candidatos são livres em contestar os resultados através dos tribunais.

O presidente Goodluck Jonathan diz por sua vez que estas eleições foram das melhores que o país já realizou. Jonathan felicitou aos seus opositores e disse que o país esperar continuar a dispor da liderança dos mesmos.

Não tenho inimigos para combater. De facto, quero assegurar aos nigerianos que iremos continuar a trabalhar com um governo que compromete-se com a honestidade, igualdade e justiça para todos.”

O candidato Buhari disse por sua vez que a votação foi “um desastre absoluto” e validado erradamente por observadores eleitorais que estiveram na sua maioria localizados no norte do país.

XS
SM
MD
LG