Links de Acesso

São Tomé: Revés na luta contra oa malária

  • Óscar Medeiros

No ano passado duplicaram os casos de malária por causa de problemas com o controlo dos mosquitos.

São Tomé: Revés na luta contra o paludismo

A luta contra o paludismo em São Tomé e Príncipe conheceu um revés no ano passado.

Desde 2005 que o número de casos de paludismo estava a diminuir em São Tomé e Príncipe, mas em finais do ano passado, devido ao atraso no ciclo de pulverizações registou-se um novo aumento de casos da doença.

Esse atraso traduziu-se pelo dobro de casos de malária comparativamente ao mesmo período do ano anterior.

Entretanto, com o regresso em 2012 da campanha de pulverização contra o mosquito que transmite aquela doença, a coordenadora do programa nacional de luta contra o paludismo, Maria Jesus Trovoada, acredita na redução do número de casos, mas alerta para as consequências da perda da imunidade.

Relembrou também que as crianças e as mulheres grávidas são os grupos mais vulneráveis.

Ouça a reportagem do Óscar Medeiros.

XS
SM
MD
LG