Links de Acesso

EUA apoiam democratização no Médio Oriente, mas sem modelo único

  • Paulo Oliveira

Hillary Clinton

Hillary Clinton

Hillary Clinton: Pela primeira vez em décadas, existe uma oportunidade real para uma mudança real.

O degelo do Inverno árabe?

A secretária de Estado norte americana Hillary Clinton proferiu um dos discursos mais abrangentes da administração Obama relativamente às recentes alterações no Médio Oriente.

Hillary Clinton sublinhou que a América apoia fortemente a democratização daquela região, mas rejeita aquilo que classificou como sendo modelo único.

A secretária de Estado Hillary Clinton discursou no Fórum Mundial Estados Unidos – Islão, um encontro anual que pela primeira vez foi realizado aqui em Washington.

A audiência incluía dignitários e empresários de países muçulmanos bem como antigos diplomatas norte americanos.

Clinton afirmou que o que denominou de “longo inverno árabe” começara a descongelar.

“Pela primeira vez em décadas, existe uma oportunidade real para uma mudança real. Uma oportunidade real para que a voz das populações seja ouvida, e as suas prioridades escutadas”.

Hillary Clinton sublinhou que os árabes jovens demonstraram ao mundo que partilham das aspirações humanas universais de liberdade, dignidade e oportunidade.

“Estes jovens herdaram uma região que não estava preparada para acolher as suas aspirações crescentes”.

Clinton citou o desemprego, a pobreza, a corrupção e a ausência de direitos para as mulheres e as minorias, como sendo os factores que mais afectam a região.

Hillary Clinton referiu que o presidente Barack Obama vai proferir nas próximas semanas um discurso sobre o Médio Oriente.

A secretaria de Estados acrescentou que a administração Obama reorientou a politica dos Estados Unidos para o Médio Oriente para se centrar mais nas populações e menos nos governos. Clinton frisou que a resposta aos movimentos democráticos irá variar de país para país.

“Reconhecemos que uma medida única não faz sentido, nesta altura, numa região tão diversa”.

A administração americana tem sido criticada pela resposta comedida para com as aspirações democráticas em algumas nações – como a Arábia Saudita e os estados do Golfo – onde os interesses dos Estados Unidos podem vir a ser comprometidos.

XS
SM
MD
LG