Links de Acesso

Cabinda: Padre Congo repudia detenção de activistas dos direitos humanos

  • José Manuel

Cabinda: Padre Congo repudia detenção de activistas dos direitos humanos

Cabinda: Padre Congo repudia detenção de activistas dos direitos humanos

Em Cabinda, três activistas dos Direitos Humanos foram presos por terem exibido cartazes exigindo negociações de paz durante uma manifestação proibida pelo governo local.

Padre Congo repudia detenção de activistas dos direitos humanos

Em Cabinda, três activistas dos Direitos Humanos foram presos por terem exibido cartazes exigindo negociações de paz durante uma manifestação proibida pelo governo local. Trata-se de José Pedro Mavungo, Bartolomeu Kalfon Pedro e André Chocolate.

As detenções foram ordenadas pelo director provincial da DPIC, de apelido Oliveira, o mesmo que tinha feito acusações para a prisão de Luemba e do padre Raul Tati, tendo sido condenado por falsas declarações à justiça, por se concluir que tinha mentido.

A manifestação convocada por jovens, tinha como ponto de partida o Largo Primeiro de Maio e chegada ao Cine Chiloango, percurso no qual a Polícia impediu que cidadãos tirassem fotografias, havendo a própria Polícia fotografado tudo e todos, matrícula de carros incluídas.

O padre Casimiro Congo, conhecido activista cabindense, manifestou o seu repúdio pelas detenções. Ouça as suas declarações clicando na barra acima.

XS
SM
MD
LG