Links de Acesso

Estados Unidos poderão reduzir ajuda contra o HIV/SIDA


Teste de sangue em White River Junction, África do Sul. O centro é parcialmente fundado pelo PEPFAR.

Teste de sangue em White River Junction, África do Sul. O centro é parcialmente fundado pelo PEPFAR.

A organização “Médicos sem Fronteiras” está preocupada de que os propostos cortes orçamentais de um programa dos Estados Unidos para o tratamento do HIV em todo o mundo ameaçe o progresso que foi feito contra a pandemia em África.

A organização “Médicos sem Fronteiras” está preocupada de que os propostos cortes orçamentais de um programa dos Estados Unidos para o tratamento do HIV em todo o mundo ameaçe o progresso que foi feito contra a pandemia em África.

No Dia Mundial da SIDA em Dezembro passado, o presidente Barack Obama anunciou que os Estados Unidos tencionavam tratar em todo o mundo seis milhões de pessoas infectadas com o HIV no final de 2013 – mais dois milhões do que o objectivo anterior.

A organização responsável pelo objectivo será o Plano de Emergência do Presidente para o Alívio da SIDA, conhecido pela sigla inglesa PEPFAR.

Mas embora o presidente Obama tenha prometido expandir o PEPFAR para incluir mais pessoas, a sua proposta de orçamento para o ano fiscal de 2013, corta mais de 500 milhões de dólares ao programa, cerca de 13 por cento do seu actual financiamento.

A conselheira política dos Médicos sem Fronteiras para a África Oriental, Jennifer Cohn, disse estar preocupada de que países que recebem apoio do PEPFAR poderão começar a diminuir os seus próprios programas de tratamento em antecipação aos cortes.

Dados financeiros delineados pelos Médicos sem Fronteiras mostram que algumas das grandes reduções em África, incluem um corte de 50 por cento do financiamento para o Quénia e 82 por cento para a Etiópia.

Os Estados Unidos estão a aumentar a sua confiança em parceiros para programas de tratamento, sendo um dos maiores o Fundo Global para o Combate a SIDA, Tuberculose e Malária.

Apesar de diminuir o orçamento do PEPFAR, a proposta de orçamento do presidente Obama para 2013 inclui um aumento de 350 milhões de dólares para o Fundo Global.

Mas esse aumento não cobre os cortes do PEPFAR. Se o orçamento for aprovado, a diminuição de verbas para a luta contra a SIDA será de cerca de 213 milhões de dólares.

XS
SM
MD
LG